[ 中文 | Português | English ]

Centro de Transfusões de Sangue cancela restrição às dádivas de sangue devido ao vírus Zika

Em Fevereiro de 2016, devido à situação epidemiológica do vírus ZIKA, o Centro de Transfusões de Sangue suspendeu a dádiva de sangue de indivíduos que habitaram ou visitaram os países ou regiões afectados pelo vírus ZIKA, nas quatro (4) semanas, posteriores à chegada a Macau num total de 28 dias. Também foram introduzidos testes de detecção do vírus ZIKA, aos componentes sanguíneos (negatividade da presença do vírus Zika) fornecidos às mulheres grávidas que necessitavam de transfusão de sangue, e que poderiam ser mais afectadas se fossem infectadas com o vírus Zika.

Tendo em conta que a actual situação epidemiológica do vírus ZIKA, a nível global, tem diminuído de forma significativa, o Centro de Transfusões de Sangue dos Serviços de Saúde, com efeitos desde quarta-feira, 24 de Abril de 2019, cancelou as restrições às dádivas de sangue de indivíduos que habitaram ou visitaram os países ou regiões afectados pelo vírus ZIKA.

Assim, os dadores de sangue que regressem a Macau e tenham estado em zonas afectadas, caso não apresentem qualquer indisposição ou sintomas, podem doar sangue após terem sido aprovados no rastreio médico. A medida de detecção do vírus Zika nos componentes sanguíneos que se destinam a mulheres grávidas, que necessitam de transfusão de sangue, irá continuar.

Centro de Transfusões de Sangue
Abril de 2019